VITAMINAS: SUPLEMENTAR OU NÃO?

As Vitaminas são compostos orgânicos essenciais para que nosso corpo possa manter o funcionamento metabólico adequado. Sendo assim, a falta ou excesso das mesmas no corpo por período determinado dependendo da especificidade de cada uma, pode causar alterações e doenças.

            Pois bom, este é um princípio básico que todos já devem saber. Meu objetivo hoje é fazer você compreender o porque deve ou não utilizar suplementação vitamínica e/ou de minerais, pois considero fundamental nos dias de hoje. Tenho recebido cada vez mais pacientes que usam incorretamente e estão correndo riscos ao invés de alcançar seus objetivos primários de ter “saúde extra”.
            O nome vitamina foi criado por Casimir Funk, um bioquímico polomês que se baseou na palavra vita (vida) e no sufixo amina, um grupo funcional quando pensava-se na época que todas estas substâncias eram deste grupo. Aí se instituiu um primeiro erro, uma vez que nem todas estas substâncias vitais pertencem à este grupo bioquímico e para bom entendedor, as palavras por si só trazem seus significados, ou seja, a palavra vitamina não traduz seu significado. Mas também este não foi um erro que possa ter sido tão prejudicial. É relativamente simples e, afinal de contas, ele teve seu mérito ao estudar estes compostos.

            Mas o grande erro foi realmente em ter classificado o composto Vitamina D3, como uma vitamina, pois ela de fato não poderia nunca ter sido considerada uma vitamina, uma vez que estes compostos são necessariamente ingeridos, ao passo que a D tem toda sua metabolização a partir de um processo que necessita essencialmente da ação do SOL.
            Diferentemente de qualquer outra, a vitamina D é realmente um pré-hormônio e é transformada diretamente da cascata de eventos do colesterol, bem como acontece para a formação dos hormônios esteróides. O nosso corpo é a única fonte do potente hormônio esteróide chamado calcitriol. Como isso naturalmente acontece? Primeiro, sua pele produz vitamina D quando a luz solar atinge uma molécula de pré-colesterol. Então seu fígado converte a vitamina D na forma de armazenamento chamada calcidiol (25-hidroxi vitamina D). O corpo armazena o calcidiol no sangue e na gordura para uso posterior.
            Porém, parece que nem médicos muito menos a população vêm sendo corretamente orientadas quanto a este importante “hormônio”. Sim, hormônio, pois sua produção é realizada da mesma forma que hormônio no corpo humano. Pesquisas importantes apontam para uma verdadeira epidemia de hipovitaminose de vitamina D, ou seja, as pessoas estão sofrendo de falta deste elemento, com todas as suas consequências por estarem sendo incorretamente orientadas pela força da indústria e médicos também. Dentre os problemas que estão comprovadamente associadas à deficiência de Vitamina D3 estão: depressão, osteoporose, doenças degenerativas e câncer. Na realidade existe uma infinidade de doenças relacionadas a esta situação!
            Só para se ter idéia, sabe-se que o genoma humano apresenta em torno de 23 mil genes funcionais. Destes, a Vitamina D3 está envolvida diretamente com mais de 2 mil genes! Além disso, só existem 2 substâncias que possuem receptores em TODAS as células do corpo humano: O hormônio da tireóide T3, e a Vitamina D3. Por este dado, já percebe-se a importância vital desta vitamina.
            E não custa lembrar, que NÃO estamos falando aqui daquela vitamina que existe no leite de vaca nem destas que existem prontas para serem consumidas e que você pode comprar na farmácia, pois toda vez que falamos em suplementação de algum fator, devemos suplementá-lo para que seja feito da mesma forma a qual é naturalmente obtida no corpo.
            Aí faço o primeiro alerta: Não compre em hipótese alguma vitamina D em farmácias, pois não se administra esta substância em cápsulas, mas sim injetável, em gel de alta absorção pela pele ou em gotas sub-linguais. O motivo é que desta forma estaremos fazendo com que ela seja absorvida diretamente na corrente sanguínea, tal como necessita para exercer sua função e evitando quaisquer danos ao nosso metabolismo.
            E como saber se você necessita de tal suplementação? Existe um exame indireto realizado no sangue que consegue detectar a concentração de Vitamina D3 no sangue, mas se você não tem o costume de ter uma exposição diária ao sol de pelo menos 20 minutos, sem protetor solar, grande chance de estar com deficiência deste que é considerado hoje o hormônio mais importante do corpo humano por cientistas importantes (*Aconselho você a ler meu artigo que postei no mês de março sobre a importância do Sol).
            Voltando a falar de modo geral sobre as que são realmente Vitaminas, é importante que você saiba que o segredo da saúde do corpo está no equilíbrio entre hormônios, não somente taxas individuais, bem como no equilíbrio entre nutrientes, ou seja, não adianta uma pessoa ter ótimos níveis de testosterona, se não tiver também progesterona, não adianta ter ótimos níveis de Vitamina C, sem que tenha também B12, não adianta ter o mineral Selênio se não tem Magnésio e assim por diante. As vitaminas e os minerais devem estar em equilíbrio e em determinada razão molar para que tenham efeito benéfico ao corpo, este é o segredo.
            Mas vivemos de fato uma realidade preocupante no mundo. As doenças estão aumentando de forma desenfreada e o mundo moderno tem trazido uma série de problemas que antigamente não existiam na área da saúde.  É claro que não temos como fugir de muitas destas evoluções e não sou nenhum idealista ao ponto de querer que voltemos completamente aos costumes antigos, mas como médico preciso identificar os problemas e buscar a melhor forma de resolvê-los.
            Estudos recentes, indicaram que comparando as frutas e vegetais em geral, nos últimos 30 anos houve uma diminuição de de cerca de 50% na concentricão de nutrientes. Um verdadeiro absurdo, então se pensarmos na alimentação que nossos antepassados tiveram e a que temos hoje, não há parâmetro algum de comparação. Digo isto, porque muitas pessoas acham que podem fazer o que bem entenderem com seus hábitos de vida, pois tiveram uma avó ou avô que viveu até os 100 anos e acham que a sua sorte genetica é superior a qualquer dano que ela possa causar ao corpo. Ora, que pensamento limitado… se hoje sabemos que a genetica tem influência em apenas 15% sobre nossa vida e que 65% é influência direta de todos os fatores externos que nos afetarão, o meio ambiente e como nos relacionaremos com ele, não é admissível que inclusive médicos usem o velho jargão para qualquer problema com seus pacientes: “isto só pode ser genético!”
            E vocês também são responsáveis por levar a informação e cobrar de seus parentes e inclusive médicos que possam buscar tratá-los com prevenção ativa. Como sempre digo, prevenção não significa realizer exames em busca de doenças, mas sim realizer exames principalmente sanguíneos para que possam ser identificados desequilíbrios e que através da real prevenção, a doença não se instale. Isto é prevenção, pois não adianta tão somente buscar doenças, pois uma vez detectadas não há mais plano B, só tem uma maneira de ajudar que é através da busca da cura (quando há).
            E o uso correto de Vitaminas e minerais é de fato uma forma de prevenção de doenças. Existe uma maxima da medicina que se enquadra no exemplo que darei: Imagine que entre uma pessoa extremamente gripada emu ma sala com 10 outras pessoas. Destas 10, provavelmente 3 ou 4 ficarão também doentes após o contato. E qual seria a lógica por trás disto? Pois a máxima nos mostra que “em corpo sadio, a doença não é capaz de se instalar”. E não só acredito nisto, mas vivo de fato desta forma. Por vezes tenho até certo medo de falar, mas a verdade é que desde que iniciei meu programa de antienvelhecimento com suplementação, não lembro mais o que é doença, pois nem resfriado “pego”. E olha que minha rotina de trabalho é pesada, recebo em salas fechadas cerca de 20 pessoas diferentes por dia, realizo cirurgias diariamente e viajo pelo menos 3 vezes por mês, passando por diferentes estados e países com diferentes climas, além do problema de circulação das aeronaves a que estou exposto.
            E olha o impacto que isto poderia causar na saúde pública, se realmente as pessoas tivessem orientações, se as que podem, investissem e aquelas que não têm condições fossem basicamente financiadas pelo SUS. É infinitamente mais barato fazer prevenção do que ter os gastos absurdos do tratamento de doenças.
            Escrevo isto, porque sempre haverá aquela pessoa do contra, que ao invés de fazer a sua parte, criticará e questionará estas questões, pois acha (sem ter a mínima noção de valores) que uma parcela muito pequena da populacão teria acesso, e que é algo para “burgueses”, e etc… Estas coisas que estamos acostumados a ouvir daqueles que se preocupam mesmo é em encontrar problemas e não a resolvê-los.
            Quero que saibam que cerca de 80% do gasto público em saúde é direcionado ao tratamento de enfermidades nos últimos 2 anos de vida da população. Um verdadeiro absurdo, pois estes custos poderiam ser direcionados à prevenção, à informação e melhoraríamos assim drasticamente a qualidade de vida das pessoas reduzindo a incidência de doenças de forma direta.
            Bom, mas uma das preocupações que me levaram a escrever este artigo foi orientá-los claramente a respeito da importância da suplementação correta, então vou concluir este artigo escrevendo com todas as letras para que vocês possam memorizar e, mais do que isso, levar esta informação a todos os seus amigos e familiares, ou todos os seus pacientes se você for médico:
Vitaminas e Minerais só devem ser suplementados com orientação médica especializada! A ingestão crônica destes complexos vitamínicos tipo Centrum, seja ele de qualquer tipo, é absolutamente maléfica ao organismo, pois grande parte dos minerais só conseguem ser absorvidos se passarem por um processo de quelação individual à cada mineral, e isto não é feito nestes complexos pelo custo e pelo tamanho das cápsulas. Se você faz uso, interrompa, pois o desequilíbrio vitamínico ou de minerais podem trazer uma série de complicações diretas e indiretas ao seu uso e são extremamente comuns a quem usa incorretamente.
            Uma dica para aqueles que compram os ômegas prontos na farmácia: ômega 3 e ômega 9 são essenciais à vida humana, mas estes mesmos, quando guardados e expostos em uma gôndola por determinado tempo, oxidam e estragam, ou seja, o melhor é a manipulação realmente. Você sabe se ele está estragado, rompendo a cápsula e sentindo cheiro forte de peixe no óleo que tem dentro.
            Mais importante ainda, se você tem mãe ou avó que foi erroneamente orientada a comprar estes compostos com cálcio e vitamina D para osteoporose prontos, mande-a interromper imediatamente, pois estudos recentes mostram que existe um aumento significativo no índice de infarto nestas pessoas, além de não melhorarem em NADA a evolução do quadro de perda óssea. O Cálcio deve ser quelado, manipulado e deve vir em conjunto com Magnésio, Vitamina D3 e Vitamina K em diferentes concentrações para que seja absorvido.
            Estes são, ao meu ver, os erros mais comuns cometidos pelas pessoas e que representam um verdadeiro perigo à saúde. Quero ressaltar que estas são informações atualizadas e que, por mais que sejam desconhecidas por grande parte dos médicos, são informações especializadas e de uma das áreas em que faço constante pesquisa, a qual estou em contato direto com cientistas do mundo todo, pois de fato a ciência do antienvelhecimento avança a passos largos e é a ciência hoje que mais avança no mundo. Acredito que a Nutrigenética é a chave para o entendimento do corpo humano e o futuro da medicina, então estarei sempre informando o máximo de pessoas possível sobre estas pequenas práticas erradas e as pequenas mudanças que podem fazer toda diferença!
fonte : http://drvictorsorrentino.com.br/vitaminas-suplementar-ou-nao/
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Corpo com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s