10 fatos ultrajantes (mas verdadeiros) sobre vacinas que o CDC (Center for Disease Control – orgão que controla doenças nos EUA) e a indústria de vacinas não querem que você saiba

Prepare para se chocar.Aqui estão os 10 fatos ultrajantes (mas verdadeiros) sobre vacinas que o CDC e a indústria de vacinas não querem que você saiba:

Fato #1) Sim, Mercúrio ainda é usado em vacinas, e o CDC admite isso abertamente. Não há nível de mercúrio seguro a ser injetado em uma criança. Nem mesmo pequenas quantidades. Não existe evidência da segurança do mercúrio em nenhuma dose. Qualquer médico que diz que o mercúrio em uma vacina é “seguro” para inocular em uma criança apenas está demonstrando sua ignorância ultrajante dos fatos científicos.

Mercúrio é indiscutivelmente o elemento mais neurotóxico na tabela periódica inteira. É usado em vacinas para a conveniência dos produtores ao custo da segurança das crianças. Qualquer médico que injeta mercúrio em uma criança – em qualquer dose! – deveria ter o seu registro médico cassado

imediatamente. 

Veja a lista de estudos da neurotoxicidade do mercúrio por Science.naturalnews.com, agora o maior recurso de pesquisa de produtos químicos, saúde, nutrientes e drogas farmarcêuticas :

http://science.naturalnews.com/M/Mercury_and…

Esses estudos científicos incluem :

Lactational exposure to inorganic mercury: evidence of Neurotoxic effects.

Neurotoxic action of inorganic Mercury injected in the intraventricular space of mouse cerebrum.

Neurotoxic effects in workers of the clinical thermometer manufacture plant.

Neurotoxic risk caused by stable and variable exposure to methylmercury from seafood.

Fato Adicional : Não há forma de mercúrio “segura” como é ridicularmente alegado pelos defensores das vacinas. Ambos o etil e metil mercúrio são extremamente toxicos para o sistema nervoso humano. Nem um nem outro, sob quaisquer circusnstâncias, devem ser inoculados em uma criança em qualquer dose.
whatsoever.

Para saber mais: http://www.naturalnews.com/042012_vaccine_facts_vaccine-damaged_children_CDC.html#ixzz2i4eZKzfm

Fato #2) Inocular qualquer substância em um corpo humano torna a magnitude da toxicidade ainda maior porque ela ignora as proteções do trato digestivo ou do sistema respiratório. Inocular mercúrio em um ser humano – em qulalquer dose – deveria ser condenado em todo o mundo como um ato criminoso. Isso que é considerado atualmente como aceitável no campo da medicina apenas condena a verdadeira natureza destrutiva da medicina moderna. “Primeiro não cause dano” se tornou “Crianças envenenadas pelo lucro”.
Fato #3) Por décadas, vacinas para poliomielite injetadas em dezenas de milhões de pessoas na verdade continham virus cancerígenos escondidos. (SV40 e outros).Isso foi abertamente admitido por um cientista renomado da Merck chamado Hilleman.O CDC recentemente excluiu no seu website essa informação em uma “história revisionista”. Até 98 milhões de americanos foram expostos ao virus cancerígeno em vacinas para pólio. Isso é um fato adicional histórico. Leia mais em  www.sv40foundation.org

Fato #4) Especialistas em Vírus da Merck tem produzido estardalhaço e tornado publico revelações chocantes onde assumem que a companhia costumeiramente fabricou resultados de labolatório para alegar 95 % de eficiência de suas vacinas contra caxumba com o objetivo de continuar recebendo contratos governamentais em uma vacina que não funciona.
Veja as falsas alegações em documentos desses cientistas arquivados com o governo americano aqui :
http://www.naturalnews.com/gallery/documents…

Fato #5) Em quase todo surto que você ouve falar nestes dias, a maioria das crianças afetadas por estes surtos foram vacinadas contra o vírus! Por exemplo, surtos de coqueluche frequentemente envolvem crianças que já foram vacinadas contra a doença. Isso é, no entanto, mais uma prova que as vacinas não conferem imunidade.  

Fato #6) A história reivindicada dos “sucessos” contra o polio e outras doenças é  pura invenção. Isso é discutido e exposto em detalhes no novo livro “Dissolving Illusions” de Dr. Suzanne Humphries. Você pode comprar o livro na amazon.com.br se tiver o leitor de livros.

Fato #7)  A indústria da vacina se recusa e conduzir testes científicos nos resultados de saúde de crianças vacinadas. Por que? Porque esses testes poderiam sem dúvida mostrar que crianças não vacinadas são mais saudáveis, mais espertas e estão em melhor situação que as crianças vacinadas em termos de distúrbios mentais, alergias e até mesmo em distúrbios autoimunes. Cheque com as pessoas que você conhece : Você não descobriu que as crianças mais vacinadas são aquelas que ficam doentes o tempo todo? Entretanto, grupos como o amish, que recusam permanentemente vacinar seus filhos tem taxas de autismo próximas de zero.

Fato #8) A supremo tribunal americano já declarou que a “tribunal da vacina” é mais poderosa que a Suprema Corte. O entitulado “tribunal da vacina” tem poderes extraordi´narios para operar totalmente fora da constituição, a declaração de direitos e completamente fora das regras do processo legal e do direito.
O tribunal ele mesmo – que não é nem mesmo um tribunal da lei – é uma violação da lei e uma violação dos direitos humanos básicos. Deveria ser abolido como o apertheid.

Fato #9)  A mídia recebe uma parcela significativa de sua receita das mesmas companhias farmacêuticas que vendem vacinas. Essa influência resulta em recusas a cobrir histórias sobre crianças com saúde prejudicada por medo de perder receitas de anunciantes. Isso explica porque a mídia frequentemente
dá destaque a convidados e autores que ridicularmente afirmam que todas as crianças prejudicadas pelas vacinas nos EUA são invenção ou “mero delírio” de seus pais. Esses apologistas da vacina desprezíveis são  fanfarrões intelectuais que, como asseclas do Hitler, se deliciam com a cumplicidade de um holocausto de vidas que prejudica milhões de crianças em todo o mundo.

Fato #10) O CDC admite publicamente que os aditivos da vacina são conhecidos por serem produtos químicos neurotóxicos. Esses aditivos incuem : 

 
• Mercúrio (ainda usado com convervador)

 • Alumínio (usado com adjuvante inflamatório)

• Formaldeído (usado para “desativar” vírus vivos)

 • Glutamato Monossódico (usado para inflamação do sistema imune)

 

Todas essas substâncias são tóxicas para a fisiologia humana quando inoculadas. Todas elas são listadas no CDC como aditivos da vacina. Não há nenhum médico ou cientista racional no mundo que podem dizer que eles acreditam que vacinar bebês com mercúrio, formaldeído, GMS e alumínio é de alguma forma “seguro”, no entanto médicos vacinam crianças com essas substâncias todo dia.

Médicos que injetam essa substâncias são enganosos. Eles estão praticando um holocausto médico contra a humanidade enquanto de forma fraudulenta chamam isso de “imunização”. Vacinação não iguala a imunização. Leia o livro “vaccination is not immunization” de Tim O’Shea.

 
fonte : http://www.naturalnews.com/042012_vaccine_facts_vaccine-damaged_children_CDC.html

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Corpo com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s