Será que emagrecer e continuar magro é tão difícil assim ?

05 Outubro 2013 , Por Gustavo Campos 

Na verdade não é tão difícil assim. A questão principal é se você tem seguido o método correto. A maioria das pessoas infelizmente segue métodos sem comprovação científica, por isso fracassam em sua tentativa. Além disso desconsideram inúmeras variáveis importantes , aos quais vou explicar ao decorrer do artigo. O dr. Mark Hyman, autor do livro “Ultrametabolismo” tem a maioria das respostas a essa questão aparentemente tão intrigante. Segundo Hyman muitas pessoas ainda continuam com o paradigma mental de que basta apenas comer menos e se exercitar mais para perder peso. Essas pessoas estão completamente enganadas e trilham um caminho totalmente errado. Primeiramente, caso o corpo sofra restrição calórica, ele tem um sistema de compensação automático, que vai nos avisar que há restrição de calorias, então posteriormente a tendência é comermos mais para recuperar o peso. Acontece desta forma  o que nós conhecemos por efeito sanfona.

O que você deve ficar sabendo é que existem muitos mitos que nos atrapalham para que consigamos emagrecer. Infelizmente esses mitos são propagados por diversos especialistas e tornam as coisas mais difíceis, pelo fato de que são informações ultrapassadas e com nenhum respaldo da ciência. Vamos citar esses mitos .

Alguns paradigmas que nos fazem engordar

  1. A pessoa emagrece porque é preguiçoso
  2. Contar calorias é suficiente para emagrecer
  3. A genética é um fator definitivo para se engordar

Há também a questão  do metabolismo e muitos outros fatores, entre eles podemos citar as toxinas (tanto as alimentares, quanto as ambientais, como os metais pesados), os hormônios e os componentes inflamatórios. Se escolhemos os alimentos errados, iremos pagar um preço alto por isso. Algumas pessoas escolhem alimentos de pouquíssimo valor nutritivo; escolhem pão branco e carboidratos em forma de pacotes, salgadinhos, alimentos industrializados e desprezam grãos integrais e carboidratos naturais. Comem proteínas de baixa qualidade como as carnes vermelhas alimentadas com ração ao invés de pasto natural e também não consomem vegetais e frutas frescas, preferindo sucos de fruta de alto valor calórico e cheio de produtos químicos. Esses erros custam muito caro para a saúde das pessoas. Os hormônios são um fator também preponderante para a perda de peso. Uma tireoide lenta e preguiçosa pode ser uma receita completa para o desastre. Você deve imaginar que basta pedir ao médico para fazer um exame simples, e tudo resolvido, não e mesmo? Eu creio que a prevenção é o mais indicado, mas se houver problemas hormonais, faça o tratamento mais adequado, sob pena de não conseguir emagrecer de jeito nenhum.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Corpo com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s